pico

Antes, é importante entender que falar em um único pico no Brasil, um país de tamanho continental, é como falar em um único pico para toda a Europa.

Outrora inicialmente estipulado pro início de maio, o pico da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil será em 6 de julho. Os novos dados são parte de um estudo feito por cientistas da Funcional Health Tech, plataforma independente que coleta dados relacionados à saúde em todo o país.

Em São Paulo, as análises apontam que o pico será um pouco depois, por volta de 30 de julho. Nesta data, o estudo projeta 362.000 casos ativos em todo o estado paulista.

Para os cientistas existem três fatores fundamentais que podem ajudar autoridades a entender se uma região já passou pelo período mais delicado de uma pandemia: o número de novos casos e mortes registrados por dia, a taxa de disseminação do vírus e o número de ocorrências de síndrome respiratória aguda grave.

“É importante ressaltar que esses Estados são os que apresentam as menores séries históricas de contaminação do novo coronavírus, assim possuem uma menor maturidade frente à pandemia. Nos próximos dias as alterações das taxas de contaminação e recuperação podem mudar e, por isso o estudo será atualizado regularmente”

Leia também nosso artigo sobre Assintomáticos podem Transmitir Covid-19 ?