Olhos
WASHINGTON, DC - APRIL 06: Medical professionals work at a drive-thru coronavirus testing site run by George Washington University Hospital on April 6, 2020 in Washington, DC. Monday was the first day the test site was open, making it the fourth location in the District of Columbia doing COVID-19 testing. Drew Angerer/Getty Images/AFP

Os olhos também são considerados uma via de transmissão do novo coronavírus. Pensando em esclarecer dúvidas e dar também atenção a um dos órgãos mais sensíveis do nosso corpo, o oftalmologista Vasco Bravo Filho, dá dicas de como protegê-los e evitar o contágio.

Os seus olhos são um dos seus órgãos mais importantes. Os seus olhos não só lhe permitem ver formas e profundidade e milhões de cores como também o ajudam a compreender os sinais de luz que mantêm o seu relógio biológico funcionando adequadamente.

Passear, tomar um banho de mar, encontrar e abraçar os amigos já não são atividades corriqueiras para os brasileiros há cerca de um mês. A preocupação com o contágio pelo novo coronavírus fez com que tomássemos medidas de isolamento necessárias.

De acordo com a oftalmologista Liana Ventura, a mão é um dos principais meios de contaminação dos problemas de visão de qualquer tipo de infecção. Com o novo coronavírus, não é diferente. “É necessário se policiar e lavar mais frequentemente as mãos”

Para chegar a esse resultado, os cientistas estudaram um grupo de 10 pessoas que morreram de causas não relacionadas ao coronavírus e descobriram que seus olhos e a área sob as pálpebras produziam uma quantidade grande de ACE2 – uma enzima conhecida por facilitar a entrada do Sars-Cov-2 no corpo humano. Essa enzima é encontrada em muitos lugares – como na boca e nos pulmões – mas até agora não se sabia que também estavam presentes em quantidades abundantes nos olhos.

Leia também nosso artigo sobre Pico de Covid-19 no Brasil nova Previsao