Vacina

A vacina contra o novo coronavírus produzida pela empresa farmacêutica Pfizer, em parceria com a empresa de biotecnologia BioNTech, demonstrou ótimos resultados de testes em humanos. Com os resultados positivos, a Pfizer viu suas ações subirem mais de 4% na bolsa americana.

A candidata à vacina foi testada em 45 voluntários: 12 receberam uma dose de 10 microgramas, 12 receberam 30 microgramas, 12 receberam uma doce de 100 microgramas e nove foram tratados com a versão placebo.

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira, durante coletiva no Palácio dos Bandeirantes, que foram definidos os 12 centros que serão responsáveis pelos testes da fase 3, em humanos, da CoronaVac, vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech, uma das mais promissoras em todo o mundo.

De acordo com a descrição do estudo publicada no portal MedRxiv, os pacientes que participaram do teste apresentaram robustos índices de anticorpos neutralizantes ao vírus após 28 dias.

Os testes serão realizados em 9 mil voluntários em centros de pesquisas de seis estados: São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná. A pesquisa clínica será coordenada pelo Instituto Butantan.

Para que os testes da vacina sejam iniciados, o governo paulista só espera a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo Doria, isso deve ocorrer ainda nesta semana.

Leia também nosso artigo sobre É Importante Proteger os Olhos Também