Home Saúde Veja se Você consegue reconhecer a compulsão alimentar?

Veja se Você consegue reconhecer a compulsão alimentar?

Para quem ainda não sabe, comer demais é a prática recorrente de comer demais e comer demais em pouco tempo, além de uma quantidade maior do que o corpo realmente precisa, conforme definido no blog da saúde. Além disso, a culpa ou o arrependimento geralmente acompanham os episódios obrigatórios.

De acordo com Rafael Marques Soares, nutricionista e pesquisador do Instituto de Pesquisas do Hospital do Coração, em São Paulo, é preciso primeiro esclarecer que comer em excesso é um sintoma que se manifesta no comportamento de determinados quadros psiquiátricos, entre eles a compulsão alimentar (TCA).Ele ressalta que nem todo episódio obrigatório é considerado o transtorno em si. Pode acontecer que, em determinados momentos, haja hábitos alimentares exagerados, até coação, mas isso por si só não constitui um quadro clínico. Essa diferenciação é importante porque esse sintoma, que faz parte do ACT, possui critérios diagnósticos bem estabelecidos.

Observe que nem todos os episódios de compulsão são considerados o próprio transtorno. Pode acontecer que, em determinados momentos, haja exageros na alimentação, até compulsão, mas que em si não constituam um quadro clínico. Essa diferenciação é importante porque esse sintoma, que faz parte do ACT, possui critérios diagnósticos bem estabelecidos.

‘Hoje com as redes sociais, a gente vê gente postando fotos de dois brigadeiros e dizendo’ nossa, tive uma compulsão ‘. Ou que comeram duas fatias de pizza ou um pedaço extra de bolo de aniversário. A partir daí, outras pessoas começam a se perguntar se têm uma compulsão para fazer algo assim. Por causa desses modismos alimentares, por causa dessa preocupação exagerada e até por algum desserviço que as redes sociais prestam, é preciso diferenciar bem o que pode ou não ser sintoma de doenças graves como bulimia e transtornos alimentares. Desacople isso um pouco para que as pessoas não se sintam desnecessariamente culpadas ou preocupadas em comer normalmente ”, explica ela.

É por isso que é importante estar ciente dos sinais, especialmente se a situação descrita lá inicialmente se tornou rotina em sua vida. Porque as pessoas com excesso de comida podem ter dificuldade em lidar com a tristeza, a raiva, o estresse, o medo e outros sentimentos e emoções.